Novo Módulo Exportador IFC (BIM)

Escrito em 12/05/2015, por Edvanio Pacheco Teixeira / 39 Comentários | Categoria: Novos Módulos | Tags: , ,

A AltoQi tem a satisfação de anunciar o lançamento de um novo módulo integrado ao AltoQi Eberick: o Módulo Exportador IFC. Este Módulo permite exportar o modelo da estrutura para um arquivo no formato IFC (Industry Foundation Classes).

O formato de arquivo em padrão aberto IFC permite aos diversos softwares BIM partilharem informações sobre os projetos. Assim, utilizando programas específicos para integração de projetos de diferentes disciplinas da construção (hidráulica, elétrica, estrutural, arquitetura e etc) é possível importar o modelo IFC do Eberick para realizar, por exemplo, a detecção de interferências entre os elementos da estrutura com demais disciplinas antes de sua efetiva construção.

Nas imagens abaixo pode-se conferir alguns projetos desenvolvidos no Eberick e através do arquivo IFC, importados no Autodesk Revit®.

Figura 01 - Projeto estrutural de um edifício elaborado no Eberick e exportado ao Revit através do arquivo IFC.

Figura 01 – Projeto estrutural de um edifício moldado in loco desenvolvido no Eberick e exportado ao Autodesk Revit através do arquivo IFC.

Figura 01 - Projeto estrutural de um edifício pré-moldado elaborado no Eberick e exportado ao Revit através do arquivo IFC.

Figura 01 – Projeto estrutural de um edifício pré-moldado desenvolvido no Eberick e exportado ao Autodesk Revit através do arquivo IFC.

Na atualização 2015-02 do Eberick V9 Next com o Módulo Exportador IFC, pode-se exportar um arquivo no formato IFC4  com as informações da estrutura  através do menu “Projeto – Exportar – IFC” (menu disponível na janela de visualização do pórtico 3D). Para a nova atualização do Eberick (2015-05), esta previsto a exportação de novos formatos de modelo IFC.

O Módulo Exportador IFC estará disponível para experimentação aos clientes Eberick V9 Next. Em breve esses clientes receberão um e-mail contendo mais informações sobre a experimentação desse novo módulo.


  1. RENATO disse:

    Apenas exportar o modelo estrutural, gera serviço para os outros que o importam, já que podem nele trabalhar independemente do autor original.

    Eu, como eng-usuário, quero na verdade importar os modelos BIM dos outros para no eberick poder rodá-los, de modo a expandir minha base de clientes e obter mais serviço.

  2. DACOL disse:

    Moderador,
    Alguma novidade sobre a liberação deste módulo?

  3. ROGER disse:

    Me preocupa bastante que o sistema 3d ainda esteja se baseando em faces triangulares. Já faz tempo que se trabalha com elementos sólidos que renderizam com grande velocidade. Precisam rever esse conceito.

  4. ROGER disse:

    Sugiro que o sistema de visualização de pórtico 3d permita a importação de elementos externos. Isso facilitaria a conferência sem precisar sair do Eberick.

  5. DIONISIO disse:

    Prezados
    Em primeiro lugar gostaria de dar os parabéns à AltoQi por ter dado os primeiros passos no BIM.
    Estou trabalhando atualmente com algumas equipes em projetos com o uso do BIM e, dessa forma, alerto, para os desenvolvedores:
    (1) A tendência do Revit, no Brasil, virar uma espécie de “Sistema Operacional”, juntamente com o Navisworks, para o BIM, é grande.
    (2) A importação de modelos lançados no Revit para programas de disciplinas complementares vai fazer muita diferença nas avaliações de futuros usuários. Os projetos em BIM nascem de forma colaborativa com várias disciplinas trabalhando juntas e, assim, um primeiro lançamento da estrutura já está sendo feito no próprio Revit (não dá tempo de ficar “indo e vindo” nessa fase inicial).
    (3) É necessário que as informações dos “objetos” sejam mantidas em todos os programas (características geométricas, físicas e de identificação), nas importações e exportações. Essa talvez seja a principal “encrenca”, mas, sem isso, não será BIM…
    Muito, mas muito trabalho ainda por fazer, pessoal do desenvolvimento! Mas, novamente, pelo primeiro passo, parabéns!!!

    • Moderador Blog Eberick disse:

      Dionisio, bom dia

      Agradecemos pelo retorno, e anotamos aqui seu feedback. Sabemos que existe ainda um longo trabalho dentro do conceito BIM, mas possibilitando a exportação do modelo IFC acreditamos que estamos atendendo uma parcela das necessidades de nossos clientes.

Página de comentários

Os comentários estão fechados.

Novo artigo publicado: Critérios de dimensionamento dos aparelhos de apoio

Escrito em 14/09/2015

Foi publicado em nossa base de conhecimento um novo artigo sobre os critérios utilizados pelo Eberick no dimensionamento do aparelho de apoio.

Título: “Critérios de dimensionamento dos aparelhos de apoio”

Assunto: Nos projetos de estruturas pré-moldadas realizados no Eberick, para a transmissão de esforços entre viga/pilar são utilizados aparelhos de apoio simples de elastômero. Tais apoios promovem uma distribuição mais uniforme das tensões de contato nas ligações entre os elementos de concreto, além de permitir movimentos de translação e rotação entre as peças estruturais. Este artigo apresenta os critérios de dimensionamento dos aparelhos de apoio simples como almofadas de elastômero, descritos no tópico 7.2.1.6 e no Anexo A da NBR 9062:2006.

Para ler o artigo acesse: Critérios de dimensionamento dos aparelhos de apoio

Acesse também nossa base de conhecimento e confira outros artigos: www.altoqi.com.br/faq

×

Novo artigo publicado: Como criar uma região de traspasse numa armadura?

Escrito em 09/09/2015

Foi publicado em nossa base de conhecimento um novo artigo sobre criação de regiões de traspasse numa armadura.

Título: “Como criar uma região de traspasse numa armadura?”,

Assunto: A emenda por traspasse tem por finalidade garantir a transferência de esforços de tração entre barras. É possível através do QiEditor de armaduras definir regiões de traspasse em qualquer posição desejada de um elemento (como uma viga por exemplo), o que pode ser feito através do comando “Dividir barra”.

Para ler o artigo acesse: Como criar uma região de traspasse numa armadura?

Acesse também nossa base de conhecimento e confira outros artigos: www.altoqi.com.br/faq

×

Liberada a revisão 2015-08 do QiBuilder

Escrito em 31/08/2015

Liberada a revisão 2015-08 do QiBuilder

Nesta versão, foi incluído o primeiro Módulo à plataforma do QiBuilder, o Exportador IFC. Através dele, pode-se fazer a exportação do modelo geométrico da Edificação lançada para um arquivo em padrão IFC, permitindo sua importação em outros aplicativos alinhados à proposta BIM. No QiSPDA, foi incluída a opção de dimensionar o projeto de acordo com as prescrições da nova norma NBR 5419:2015. Além disso, foram corrigidos mais alguns problemas reportados pelos usuários das versões anteriores, priorizando a estabilidade e a usabilidade do programa, e iniciada uma nova rodada de investimento em melhorias de performance do programa.

Esta versão também marca o lançamento do QiBuilder Acadêmico, uma versão do QiBuilder destinada à livre distribuição para os estudantes de instituições de ensino conveniadas com a AltoQi.

Mais informações no Blog QiBuilder.

×

Liberada a revisão 2015-07 do QiBuilder

Escrito em 22/07/2015

Liberada a revisão 2015-07 do QiBuilder

Nesta versão, foi desenvolvido um importante recurso adicional sobre o QiSPDA, um módulo destinado ao projeto de sistemas de proteção contra descargas atmosféricas, e criada a opção de geração do modelo 3D da tubulação de todo o projeto simultaneamente. Além disso, foram corrigidos diversos problemas reportados pelos usuários da versão 2015-04, priorizando a estabilidade, performance e a usabilidade do programa. Destacam-se também algumas melhorias em operações de lançamento.

Mais informações no Blog QiBuilder.

×